Presença

KDPCapa.jpg

Duas presenças constantes. Diárias. Todos os dias, ali, ao alcance da mão. Duas pessoas que fazem parte da paisagem uma da outra. Quase invisíveis. Até que, um dia, os olhos se abrem, as mãos se alcançam...

Cecília e Marcelo moram juntos há três anos. Bom, não juntos, mas no mesmo apartamento. Até que um dia eles se acham nos braços um do outro e só uma coisa é certa: tudo vai mudar. Mas ambos têm muito a perder. Dá pra fingir que nada mudou? Será que é isso que eles querem?